O que estão falando...

  • Este é um livro de quem pensa alto e sente profundo. Mais: um livro escrito por quem domina muito bem o vernáculo e se vale da sua vasta cultura filosófica e familiaridade com as artes para envolver o leitor numa sedutora narrativa que é mescla muito bem equilibrada de ficção e de realidade. Um livro, enfim, que se faz de produto da mais feliz combinação entre duas tão definitivas quanto refinadas vocações do seu autor: a de médico e a de literato. Daí, de uma parte, o completo domínio das categorias mentais que peculiarizam as ciências médicas, e, de outra, a extrema riqueza das metáforas, hipérboles e demais figuras de linguagem dele, livro de que estou a falar tão honrosa quanto entusiasticamente.

    - Carlos Ayres Britto, poeta e ministro aposentado do STF

$0zv18gcu0ux
  • Este livro, meio romance, meio ensaio, investiga a morte em todas as suas dimensões, mediante um bisturi de corte preciso, cirúrgico...

    - Lourenço Cazarré - escritor

  • Leia-o e estará fazendo um curso mágico sobre a questão suprema do homem.

    - Anderson Braga Horta - poeta, prêmio Jabuti de Poesia

  • Uma obra que se lê de um fôlego e da qual se sai numa nuvem de reflexões e com um gostinho de “ quero mais”

    - Eliane Cantanhêde - jornalista

  • Disponível  em

  • Lançamento dia 2 de abril de 2019 - SAIBA MAIS

$q8futwnn1w

Valdir de Aquino Ximenes

 

Valdir Ximenes, médico, 57 anos, residente em Brasília há quase meio século e natural de Fortaleza, já publicou sete livros, entre romances, contos e poesias, além de participações em diversas antologias, citações em ensaios e dicionários.

 

- O homem submerso (poesia), 1993

- A solidão da carne (poesia), 1995

- Homem de branco em noite escura (romance), 1999

- A volúpia e as algemas (contos), 2004

- Quinto livro: manual de sobrevivência na selva literária brasileira (ensaio), 2007

- Contos da vida médica (contos), 2009

- Letra morta, letra mortal (romance), 2014

 

COMPRE AGORA!

$66kn7w64xtj

CLIQUE AQUI